SEGUIDORES...

22 de abril de 2012

Para quem está iniciando na Ed. Infantil


   
Todas as atividades desenvolvidas na Educação Infantil devem ser trabalhadas a partir da exploração concreta dos objetos, pois, as crianças desta faixa etária ainda não possuem maturação para compreender e apreender conceitos abstratos. Há de se observar também, que nessa fase elas são dispersas, desconcentradas e sem reversibilidade de pensamento o que requer que o planejamento do professor seja mutável em qualquer ponto e atrativo.
As atividades desenvolvidas devem levar em conta os aspectos de desenvolvimento da criança, ou seja, contemplar:


ASPECTO COGNITIVO
Referente ao desenvolvimento do raciocínio, da inteligência, aqui são necessário desenvolver:
>> Conhecimento Físico: cor, forma, peso, textura, som, temperatura, odor, sabor, são as características dos objetos.
>> Conhecimento Lógico-matemático: estruturação do conceito de tempo e espaço, aquisição de conservação de quantidades contínuas e descontínuas, classificação, seriação e conservação.
>> Conhecimento Social: aquisição sobre a vida em sociedade, costumes tradições, regras, datas comemorativas, etc.
>> Função Simbólica:: ampliação e generalização da imitação representativa, jogos simbólicos, imagem mental, expressões artísticas, etc.

ASPECTO AFETIVO: desenvolvimento da iniciativa, da independência, da curiosidade, da motivação, etc.

ASPECTO SOCIAL: desenvolvimento das interações sociais, conhecimento das normas de conduta, direitos e deveres, desenvolvimento de valores éticos e morais.

ASPECTO PERCEPTIVO MOTOR: desenvolvimento e coordenação dos pequenos e grandes músculos.

OBSERVAÇÃO: Os aspectos afetivo e social devem acontecer concomitantemente aos aspectos cognitivo e perceptivo motor, onde emoções e normas de conduta andem de mãos dadas.
Um bom planejamento deve contemplar estes aspectos e a partir daí, surgirão mil idéias para projetos que estimulem o desenvolvimento da criança, sem deixar de lado o lúdico, o prazeroso.

ASPECTO COGNITIVO
Conhecimento Físico: aquisição das propriedades dos objetos:
1) Cor: Identificação das cores primárias através de brincadeiras e comparações, manipulação de tintas e da sua transformação em cores secundárias.
2) Formas: identificação das formas geométricas em diversos objetos de uso social e escolar através de brincadeiras, da manipulação dos objetos e de atividades direcionadas na pintura e recorte e colagem.
3) Textura: através do manuseio de objetos e de diversos tipos de papéis e tecidos, reconhecer as diferentes texturas, tais como liso, áspero, peludo, enrugado, macio, duro, ondulado, etc. E a partir delas realizar diferentes expressões artísticas de desenho e pintura. Exemplos: desenho sobre lixa, desenho sobre camurça, tecido, micro ondulado, etc. Uma idéia linda e bacaninha é fazer um livro de textura. Sentir as diferentes texturas dos alimentos, crus, cozidos, assados, líquidos, pastosos, sólidos, etc.
4) Temperatura, Sabor e Odor: a partir das ações sociais e escolares diferenciar as temperaturas fria, gelada, morna e quente, sabor amargo, doce, salgado e odores diversos;
5) Som: Estimulação auditiva através dos diferentes sons de instrumentos da bandinha, de objetos em movimento e em queda, apreciação de categorias musicais, melódicas e vocais, observação dos diferentes animais e os sons emitidos por eles, tais como, mugido, rugido, grunhido, latido, etc.
6) Peso: através da manipulação de diversos objetos, identificar e estabelecer relações entre eles tais como, leve, tão leve quanto, pesado, tão pesado quanto, mais pesado que;
7) Tamanho: estabelecer as relações entre os objetos, tais como, maior, menor, mediano, alto, baixo, médio, etc.
OBSERVAÇÃO: Sempre trabalhar no concreto para depois fazer o registro no papel, pois, assim a apreensão será significativa e fácil para a criança.
 
Conhecimento Lógico matemático: estruturação do conhecimento e conceituação de tempo e espaço, seriação, classificação e conservação.
1) Função social do número em horas, calendário, altura, peso, calçados e roupas, casas, e etc. Mostrando que o número pode ser utilizado com outros objetivos além da contagem.
2) Horas/momentos: diferenciação entre o dia e noite, o agora e o depois, etc.
3) Classificação e seriação através de conhecimentos vivenciados em sala de aula, como identificação da rotina, contagem na chamada(quantos somos? quantos vieram? quantos faltaram? mais meninas ou meninos? quem é o primeiro ou último da fila?) estudo do calendário, fazer coleções, estabelecer comparações de igualdade, semelhança e diferenças.
4) Aquisição de conservação das quantidades contínuas e descontínuas (massinha, areia e água).
OBSERVAÇÃO: Aqui podem surgir lindos trabalhos, tais como a criação de álbuns de recortes de animais, alimentos, brinquedos, botões, etc. Bem como ordenar histórias, palitos de diferentes tamanhos, sequência de cores em ordem linear direta e inversa, etc.

CONHECIMENTO SOCIAL
- Adquirir conceitos sobre a sua pessoa EU e estabelecer relações de igualdade e diferenças com as outras pessoas com as quais a criança convive na escola e na sociedade (OUTRO), família, etc. Letras, números, formas e cores e datas comemorativas também são conhecimentos sociais, pois, são nomenclaturas criadas e utilizadas pelos homens.
- Identificação da criança _ EU - como parte do MEIO e a importância de preservá-lo como garantia de sobrevivência.
1) Reconhecer o corpo como um todo e em partes (corpo humano), diferenciar os corpos existentes na sala ressaltando o respeito as diferenças (altura, peso, raça, necessidades especiais, etc. Através de desenhos impressos, recortes, quebra-cabeças, marcas do tempo, brincadeiras e músicas;
2) Reconhecimento das letras a partir do seu nome e do nome dos companheiros de classe e membros de sua família, músicas, pesquisas em sala de aula e em casa.
3) Reconhecer os membros de sua família, reconhecer as diferentes famílias, através de livros, pesquisas, entrevistas.
4) Reconhecimento da sociedade com a qual convive: escola, bairro e cidade, profissões, meios de transportes e comunicação.
5) Reconhecimento dos números através da sua função social (idade, peso, altura, calçados e roupas, calendário, contagem de alunos, etc. ..música, brincadeiras, encaixes de pinos, bingos, boliches, etc.
6) Datas comemorativas: através de conversas na roda, pesquisas em sala de aula e em casa desenvolver atividades de desenho, recorte e colagem, faz-de-conta, sucatas, relacionados às principais datas comemorativas e ou as datas estabelecidas pelo PPP da escola;.
Ressalte a importância, a necessidade de preservação, a funcionalidade, a economia e os meios necessários para a utilização desses recursos sem esgotá-los. Exemplo de atividades legais: ciclo da água, experimento com feijão ou girassol, plantio de mudas e sementes em hortas ou floreiras, etc.
8)RECICLAGEM: transformação do lixo em luxo, o que podemos fazer para garantirmos o desperdício e aumentarmos o seu aproveitamento.
9)Alimentação: elevar a importância de termos uma boa alimentação, a finalidade de cada alimento, suas características, a mastigação, a experimentação dentro da sala de aula, a transformação de alimentos sólidos em líquidos e vice-versa.
OBSERVAÇÃO: O conhecimento social é uma rica fonte para projetos.
 
ASPECTO SOCIAL E ASPECTO AFETIVO
Os dois aspectos caminham juntos com os demais, logo, todas as atividades, brincadeiras e conversas levarão em conta os valores e virtudes com base na RECIPROCIDADE!!!


ASPECTO PERCEPTIVO-MOTOR: Estão nas dramatizações, danças, brincadeiras, teatros de fantoches, alinhavos, monta-tudo, Lego, pinos de encaixes, desenhos, escrita... que visam o desenvolvimento dos pequenos e grandes músculos.
Com base nesses princípios fica mais fácil a construção de um planejamento, de um projeto. Para isto basta deixar aflorar a criatividade.

0 comentários:

Postar um comentário

Template by:

Free Blog Templates