SEGUIDORES...

22 de setembro de 2011

Brinquedos x desenvolvimento: excelente dupla

BRINQUEDOS AJUDAM NO DESENVOLVIMENTO
 

Howard Gardner, professor de educação da universidade de Harvard (EUA), desenvolveu uma teoria, dividindo o conhecimento em oito inteligências que bem planejadas e aplicadas, auxiliam a criança a despertar seus talentos.

Confira no quadro abaixo os brinquedos que podem ajudar seu filho a desenvolver esses oito tipos de inteligências.




O desenvolvimento da criança até um ano

O desenvolvimento intelectual é um processo que começa desde o nascimento da criança (e, possivelmente, antes). Ao nascer, um bebê apresenta comportamentos simples e também alguns reflexos. Ele necessita de toda a atenção e cuidados do adulto, pois sozinho ele não sobreviveria.

É importante se atentar, pois o período que vai do nascimento à aquisição da linguagem é marcado por um extraordinário e complexo desenvolvimento da mente. O bebê progressivamente aumenta o autocontrole do seu próprio corpo e sentimentos. Assim, ele, conseguirá pouco a pouco lidar com as demandas da vida.

A melhor maneira de propiciar o desenvolvimento motor, social, emocional e cognitivo das crianças é através da companhia dos pais e educadores. Estimular este desenvolvimento brincando é a melhor opção.

Veja algumas dicas de estimulação:


_ 1º. mês - Converse ou cante para o bebê. O som da voz é aconchegante e lhe transmite segurança. Faça massagem estimulando cada parte do corpinho dele: pés, mãos, costas, rosto. Pode se colocar uma música suave e revelar, através do contato físico, os sentimentos por ele pois, o toque das mãos transmitirá amor, carinho e segurança.



_ 2º mês - Apresente objetos grandes e coloridos para que ele possa brincar e tentar alcançá-los com as mãos. Junto ao berço coloque móbile colorido dentro de seu campo visual.



_ 3º. mês - Cante, faça gestos e expressões faciais. O bebê tentará imitá-la e responderá aos estímulos com sorrisos e ruídos. Estimule o tato do bebê com objetos de diferentes texturas. Ex.: passe no pezinho ou na mão dele uma pluma e observe as reações; encoste em sua mãozinha algo áspero e depois macio. Coloque-o sentado no bebê-conforto ou no sofá apoiado por almofadas.



_ 4º. mês - Conte histórias curtas e imite o barulho dos animais com diferentes tons de voz. O bebê tentará imitar . Jogue brinquedos (bolas, dados) para ele tentar pegar. O bebê reconhece a voz e irá olhar na direção de quem está falando.



 _ 5º. mês - Durante o banho do bebê brinque com a água e relate o que está fazendo. Deixe-o brincar com brinquedos macios, como mordedores, pois tudo que pega leva à boca. Coloque músicas de diferentes ritmos e dance com ele. Espalhe brinquedos ao redor do bebê e o deixe brincando no chão.



_ 6º. mês - Durante as refeições relate ao bebê o que está comendo. Mostre os alimentos. Pode se convidá-lo a passear e ele estenderá os bracinhos. Imite o barulho dos animais e objetos, como gatos, telefone, estimulando-o a fazer o mesmo. Ao ar livre deixe-o próximo a árvores, para que ele observe o balanço e barulho das folhas.



_ 7º. mês - Dê brinquedos que façam barulho, coloridos, de diferentes formas e tamanhos. Coloque-os próximos ao bebê e estimule-o a buscá-los. Ensine-o a dar "tchau". Em pouco tempo repetirá os seus gestos. No banho, disponibilize brinquedos que flutuem para estimular a percepção e curiosidade.



_ 8º. mês - Durante o banho mostre livrinhos apropriados e deixe-o manuseá-lo. Será uma grande diversão. Brinque de esconde-esconde com uma toalha ou cortina, o bebê baterá palmas de alegria. Deixe que o bebê jogue objetos no chão. Ele repetirá inúmeras vezes este movimento, assim estará criando a noção de causa e efeito. Conte histórias, mostrando as imagens do livro.



_ 9º. mês - Deixe perto do bebê brinquedos grandes e coloridos. Ensine-o a empilhálos e encaixá-los. Quando estiver com o bebê, relate tudo o que irá fazer. Ele começará a repetir sílabas. Deixe-o tocar em cachorros e gatos e converse sobre estes animais. Imite o barulho dos mesmos.



_ 10º. mês - Converse com o bebê e dê alternativas. Por exemplo: Quer o urso ou a bola. Mostre. Assim ele apontará o que quer e muitas vezes irá chorar se não for atendido. Dance e cante com ele no colo, ele tentará imitar a coreografia e soltará seus monossílabos. Dê-lhe um telefone de brinquedo. Assim, estará incentivando a linguagem do bebê. Leve-o a praças e parques e deixe-o interagir com outros bebês e outras crianças.



_ 11º. mês - Participe das brincadeiras do bebê. Deixe à mão objetos que possam ser colocados e retirados de uma caixa ou balde. No banho coloque objetos que possam ser preenchidos com água e depois esvaziados. Leve-o a parques e brinque com ele em escorregadores e balanços. Chame a atenção dele para objetos e animais conhecidos e também para as novidades. Estimule-o a beber água em copinhos ou com auxílio de canudinhos.



_ 12º mês - Cante e conte histórias. Disponibilize livros e revistas para manusear. Incentive-o a comer sozinho e a guardar brinquedos. Ele já entende ordens curtas, portanto explique tudo a ele: o que está fazendo, aonde vai etc... Brinque de "esconde-esconde" ou "pega-pega". Jogue bola com ele.

  

Virginia Bedin/
Especial para o Terra



FONTE: CENTRO MUNICIPAL DE ESTUDOS E PROJETOS EDUCACIONAIS JULIETA DINIZ - CEMEPE.

0 comentários:

Postar um comentário

Template by:

Free Blog Templates