SEGUIDORES...

16 de agosto de 2011

Exolorando os gibis: Turma da Mônica Jovem

A Turma da Mônica Jovem é uma publicação nova, voltada para um público um pouco mais velho que os leitores da Turma da Mônica tradicional. É um estilo de história em quadrinhos que traz desafios na medida para nossos leitores deste segmento da escolaridade (3ª e 4ª séries):

* A revista é composta de uma história em vários capítulos e cada número tem relação com o anterior e com o posterior,familiarizando os alunos com narrativas mais extensas. As histórias são mais longas, têm uma trama mais sofisticada e complexa;

* A sequência dos quadrinhos é em estilo mangá (histórias em quadrinhos feitas no estilo japonês), que não é linear, e obriga o leitor a uma interpretação mais atenta da trama para conseguir acompanhá-la;

* Os personagens são um pouco mais velhos e trazem novos temas em suas histórias, que interessam aos alunos de 09 a 11 anos.

Além disso, os gibis da Turma da Mônica, de Maurício de Souza, são os mais indicados pedagogicamente por uma série de fatores:

  1. São nacionais e, assim, apresentam personagens e situações que podem ser facilmente identificadas pelos alunos, pois são inspirados no cotidiano das crianças;
  2. Apresentam diversidade de personagens, com características bem definidas, o que incentiva a tolerância às diferenças, o respeito às características individuais, a valorização da diversidade.
  3. As histórias são divertidas, têm qualidade do ponto de vista da trama e do enredo, o que ajuda a despertar o gosto por textos de boa qualidade;
  4. A Turma já passou pelo crivo de tempo e dos modismos, está consolidada como história em quadrinhos de qualidade. Faz parte da infância de várias gerações e deverá fazer parte da infância das próximas gerações.
  5. A Turma da Mônica Jovem teve uma excelente aceitação no mercado, principalmente entre as crianças de 9 a 11 anos, faixa a que se destina esta aquisição.

Algumas dicas e sugestões para os professores de 3ª e 4ª séries (regulares e PIC):

* Conversar com eles sobre o crescimento dos personagens de Maurício de Souza:

- Como imaginavam que eles ficariam ao crescer?

- Acreditavam que eles manteriam suas características principais (Magali comilona, Cascão com medo de água, etc.)?

- Que tipo de história será vivida por eles?

* Apresentar o estilo mangá e discutir as diferenças com os gibis tradicionais;

* Após a leitura de um número da revista, pedir que antecipem sua continuação;

* Pesquisar sobre os estilos de histórias em quadrinhos;

* Alguns assuntos como namoro, relação entre pais e filhos, amizades, etc. podem despertar a curiosidade dos alunos. Não perca a oportunidade de deixar que falem o que pensam e colocarem suas dúvidas - acolha e esclareça o que for possível.

Os momentos de leitura tanto poderão ser organizados de modo a valorizar a leitura autônoma dos alunos como se constituir numa atividade permanente, que acontece, por exemplo, em dias fixos da rotina, uma ou duas vezes por semana.

Os alunos a quem se destina esta aquisição são, na sua grande maioria, leitores pouco experientes que necessitam ainda de muitas situações de leitura para que ganhem volume de leitura e autonomia crescente para enfrentar textos mais complexos. Essas revistas são um excelente instrumento também nesta fase da escolaridade.

* Fonte: Sec. da Educação do Estado de SP - Programa Ler e Escrever.

0 comentários:

Postar um comentário

Template by:

Free Blog Templates