SEGUIDORES...

22 de agosto de 2011

Atividade: conhecendo melhor as palavras



Os bandeirantes eram homens que entravam nas matas em direção ao interior em grandes grupos – chamados de bandeiras. Em outras coisas, buscavam metais preciosas e índios, que aprisionavam e vendiam como escravos aos colonos do litoral.
Considerando mais lucrativo aprisionar índios que já tivessem a experiência de trabalhar com os jesuítas, em vez de “caçar” os nativos que viviam em suas próprias aldeias, durante o século XVII os bandeirantes atacaram muitas reduções, capturando cerca de 30 mil índios.
Diante desses ataques, os jesuítas conseguiram autorização do rei de Portugal para armar os guaranis, povo indígena mais numeroso a viver em reduções. Armados, os guaranis conseguiram enfrentar e expulsar os bandeirantes dos aldeamentos em 1641. Nessa época, às reduções passaram a ser chamadas de missões.


Registre:


1. Observe a imagem ao lado e responda: Que mudanças na cultura dos índios podemos perceber?
2. Por que os bandeirantes preferiam aprisionar os índios das missões aos índios das aldeias?
3. Em que os colonos e os jesuítas portugueses divergiam e em que concordavam a respeito dos índios?
4. Que fizeram os jesuítas para impedir a escravidão dos índios? Que conseqüências isso teve para a cultura indígena?
 
 
Embora não fossem escravizados, os índios das missões tiveram de abandonar boa parte de seus costumes e de sua cultura. Leia o texto a seguir.


Nas missões havia abundância de trigo, milho, mandioca, erva-mate, algodão, gado, frutas e legumes. A atividade econômica era ao mesmo tempo livre e dirigida: livre, porque os próprios nativos cuidavam das plantações e da criação de animais que necessitavam para sobreviver; e dirigida, porque os caciques e os jesuítas cuidavam da produção e da armazenagem de excedentes para consumo posterior ou para comercialização. A produção vendida no mercado interno colonial gerava recursos para o pagamento dos tributos reais e para compra de bens que a comunidade não produzia.
Júlio Quevedo. A Guerra Guaranítica. São Paulo, Ática, 1996. p.12

5. Em seu caderno, copie os itens abaixo, separando-os em duas colunas. Na primeira, escreva os costumes indígenas antes do contato com os europeus; na segunda, anote as características do trabalho nas missões.
* Plantar e extrair da natureza somente o suficiente para viver.
* Produzir excedentes, que podiam ser estocados ou comercializados.
* Ser livre para viver onde e como quisesse.
* Ser obrigado a viver e trabalhar em lugar determinado e pagar impostos.
* Viver somente com o que era capaz de produzir ou de extrair da natureza.
* Comprar bens que não produzia.

 
6. Pegue um folha de papel sulfite e trace um fio, dividindo-a em duas partes. De um lado, desenhe os índios ou alguma característica do seu modo de vida (trabalho, moradia, religião, modo como aprendiam etc.) antes da chegada dos europeus. Do outro, desenhe o que mudou depois que foram submetidos aos costumes europeus. Fixe seu trabalho no mural da sala de aula e observe o desenhe dos colegas.



FONTE: Cemepe.

0 comentários:

Postar um comentário

Template by:

Free Blog Templates